Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM em rede com a Educação Básica levará conteúdo para estudantes prejudicados pela pandemia



Pensando na situação de estudantes do ensino básico sem acesso à internet ou qualquer mídia digital, a UFSM, através do Centro de Educação e em parceria com a Secretaria de Educação do Município de Santa Maria e Secretaria de Educação do Estado do Rio Grande do Sul, lançou nesta segunda-feira (14) o projeto “UFSM em Rede com a Educação Básica”. Coordenado pela professora do Centro de Educação, Regina Ehlers Bathelt, o projeto foi apresentado por meio de uma live que integrou a programação do Descubra 2020. 

A transmissão, que apresentou os principais detalhes do novo programa e exibiu um vídeo piloto, contou com a participação de autoridades como o reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann; o vice-reitor, Luciano Schuch; a Secretária Municipal de Educação de Santa Maria, Lúcia Madruga; a diretora do Centro de Educação da UFSM (CE), Ane Carine Meurer; além de representantes do Governo do Estado; da Secretaria Estadual de Educação (SEE); da Coordenadoria Regional de Educação (CRE) e da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD).

Programa produzirá conteúdos para alunos que irão realizar o Enem 

De acordo com a professora Regina Bathelt, a iniciativa surgiu a partir das dificuldades que o sistema de ensino básico estava enfrentando para conseguir levar os conteúdos didáticos planejados até os alunos, devido à grande porcentagem de discentes que não possuem acesso aos ambientes virtuais. Desde março, o contato para se criar uma alternativa de repasse desses conteúdos já estava sendo feito. Contudo, foi em julho que o projeto começou a criar forma.

Educação infantil, ensino fundamental e ensino médio serão contemplados com os materiais, contando, inclusive, com uma “categoria Enem”, onde serão abordados temas relacionados ao Exame. O objetivo principal é levar aos estudantes recursos através da produção de programas educativos, que serão veiculados pelos canais da TV Câmara e TV Campus e emissoras de rádio de Santa Maria e região. 

Ao todo, 20 programas já estão sendo produzidos. Eles trazem os formatos de vídeo-aulas, podcasts, rodas de conversas e entrevistas, sendo executados pelas diferentes áreas curriculares e desenvolvidos por professores dos centros educacionais da Universidade, juntamente com bolsistas discentes e professores da rede básica. 

Dentro dos objetivos gerais, a coordenadora salientou o fortalecimento de redes públicas e UFSM, a formação inicial e continuada, o protagonismo de professores e professoras e a equidade para alunos que não têm acesso à internet.

Projetos já estão sendo executados dentro do programa 

Além da distribuição televisiva e radiofônica, está sendo elaborado um repositório online, onde todos os materiais transmitidos estarão disponíveis para o acesso do público. A estimativa para a abertura de ambos é o mês de janeiro. “Trata-se de um programa de desenvolvimento institucional, de educação inovadora e transformadora, comprometido com a modernização e com o desenvolvimento organizacional da UFSM”, destacou a professora Regina.

Foram selecionados 19 projetos através do edital PROLICEN (Programa de Licenciaturas) proposto pela Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da instituição, além de 5 por meio do Centro de Ciências Naturais e Exatas (CCNE).Três deles foram apresentados no vídeo-piloto transmitido na live: o projeto “Toda Cidade Ensina”, com visitas virtuais aos espaços de visitação científica de Santa Maria como o Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica da Quarta Colônia (CAPPA);  o projeto Jardim Botânico, com vídeos onde explora-se o jardim da Universidade; e o projeto Educação em Cena, em que serão contadas histórias infantis.

A exposição contou ainda com pronunciamentos da Secretaria Municipal de Educação através da professora Lúcia Madruga; 8ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) com o professor José Luis Viera Eggres; Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul com a  Diretora do Departamento de Educação Leticia Grigoletto do Santos; e reitor Paulo Afonso Burmann, que comentou sobre a importância do lançamento do programa no dia em que a UFSM completou seus 60 anos.

A apresentação pode ser reassistida através do YouTube do NTE

Reportagem: Eloíze Moraes, bolsista da Agência de Notícias
Edição: Davi Pereira

Notícia vinculada a

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes