Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Vacinação de servidores da UFSM ocorreu de forma tranquila na última semana



Na última terça-feira (31), mais de 2400 servidores e bolsistas da UFSM foram vacinados com a segunda dose da vacina Astrazeneca. A ação ocorreu das 8h às 16h, no Centro de Eventos da Universidade, para todos aqueles que tinham tomado a 1ª dose no dia 08 de junho deste ano. 

A vacinação transcorreu de forma tranquila e sem aglomerações, tanto para pedestres, quanto para quem se dirigiu ao local de carro. Conforme a professora Maria Denise Schimith, coordenadora da equipe de vacinação na UFSM, ao final do dia 2434 pessoas foram vacinadas, do total de 2592 que tinham tomado a 1ª dose em junho. Esse grupo inclui professores e técnico-administrativos da instituição, bem como uma parcela de alunos bolsistas, que foram chamados ao final do dia 08 de junho, aproveitando as doses de vacina que estavam disponíveis na época. 

Considerando que os servidores da instituição já receberam as duas doses da vacina e terão completado o esquema vacinal até a metade do mês em curso, a UFSM trabalha com a possibilidade de retorno das atividades administrativas presenciais para o próximo dia 15 de setembro. 

Segundo o reitor, o possível retorno é uma consequência natural do momento sanitário. “As atividades na UFSM nunca deixaram de ser desenvolvidas. Muitas aconteceram de forma remota e outras tantas presencialmente – a UFSM não parou. Com a imunização da maioria dos servidores, o retorno presencial das atividades administrativas é uma consequência. Temos é que dimensionar e sinalizar os espaços, que devem ser ventilados e adequados ao número de pessoas, e manter os cuidados básicos que vêm sendo tomados, entre eles, uso de máscara e álcool gel”, destaca o reitor. 

O retorno das atividades acadêmicas presenciais passa pela aprovação do Centro de Operações de Emergência em Saúde para Educação – COVID 19 – UFSM (COE-E UFSM)/COE Regional. Este retorno deve ocorrer inicialmente com aulas práticas, a partir do início do segundo semestre letivo 2021, e dependerá da aprovação dos planos de contingência, bem como do calendário acadêmico aprovado pelo Conselho Universitário da UFSM.

“Nesse caso, precisamos considerar que temos uma comunidade acadêmica de cerca de 30 mil estudantes, que estarão retornando à UFSM de diferentes regiões do Brasil, utilizarão o serviço de transporte da cidade, comércio, restaurantes/bares e, principalmente, muitos deles retornarão para a Casa do Estudante (2.600). Seguimos muito cuidadosos com o retorno às atividades presenciais na UFSM”, destaca Burmann.

De todo modo, seguem valendo as medidas de segurança descritas no Manual de Biossegurança, revisado e atualizado no mês de agosto. Entre os cuidados: uso de álcool gel, máscaras e distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas.

Além disso, a situação sanitária será analisada semanalmente pela gestão da UFSM, através da avaliação do COE-E UFSM.

Texto: Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes