Ir para o conteúdo Observatório de Direitos Humanos Ir para o menu Observatório de Direitos Humanos Ir para a busca no site Observatório de Direitos Humanos Ir para o rodapé Observatório de Direitos Humanos
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

II Fórum de Direitos Humanos da UFSM discute temáticas da atuação das instituições públicas, LGBTQ e mais



No dia 11 de novembro de 2019, segunda-feira, começou o II Fórum de Direitos Humanos da UFSM, promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018.

No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. Em fala, o Reitor, Paulo Burmann, disse: “a renovação desse convênio, através da PRE, é muito importante para que possamos continuar atuando, efetivamente, na socioeducação e oferecendo tanto estímulo quanto apoio a todos que estiverem envolvidos com o projeto, que é desenvolvido em uma área que necessita de muita atenção”.

O Promotor de Justiça da Promotoria de Justiça Especializada de Santa Maria, Antônio Augusto Ramos de Morais, afirmou perceber a mudança de perspectiva efetiva de Direitos Humanos desde que os acadêmicos passaram a trabalhar: “A maioria dos jovens necessita de um olhar diferenciado e oxigenação, que são trazidos, diariamente, pelos educadores da instituição. Para mim, é um momento muito especial estar aqui e renovar essas atividades por mais cinco anos”, disse ele.A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã.

A tarde, 14:00h, uma oficina chamada “Samba e danças Afro” foi ministrada por Karen Tolentino, no prédio dos cursos de Dança do Centro de Educação Física e Desporto (CEFD). As 16:00, houve o “Teatro Flexível: oficina de teatro para pessoas com e sem deficiência”, feita no Monet Plaza Shopping. 

Na tarde da terça-feira, 12 de novembro, uma roda de conversa com a professora graduada em Educação Física e Desportos e advogada inscrita na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Renata Quartiero, e Thomás, homem trans e estudante da Pós-Graduação na UFSM. Iniciando às 14:00, ambos fizeram suas falas sobre o tema “Luta LGBT em Santa Maria“. Algumas horas depois, às 18:00h, iniciou-se no Shopping Monet uma Ação do Laboratório de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (LAPICS). O projeto do Centro de Ciências da Saúde (CCS) ofereceu gratuitamente massagem, reiki, barras de acess e auriculoterapia às pessoas que por lá passavam.


Publicações Recentes