Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

PET Indígena Ñande Reko

O PET Indígena Ñande Reko da UFSM foi criado em 2010, por meio do edital “Conexões de Saberes”, e atua na universidade desde 2011.

O PET Indígena é um dos poucos da Universidade que possui um caráter multidisciplinar, recebendo estudantes de diversos cursos, tais como agronomia, matemática, direito e história. Assim, se caracterizando por suas diversas interlocuções de saberes tanto acadêmicos quanto étnicos.

A atuação do programa na UFSM se dá através de múltiplos projetos, todos trabalhando a questão indígena, seja ela a representação da comunidade ou falando sobre a saúde na comunidade, dentre diversos assuntos. Citando alguns exemplos, temos o projeto “Memórias Kaigang”, que através de entrevistas com membros antigos das comunidades Kaigang, busca concretizar narrativas, assim resgatando memórias e representações. O projeto “Corporalidades Indígenas” busca entender e refletir sobre o culto ao corpo enquanto performance quando em questões de saúde, também nas comunidades Kaigang.

Ñande Reko pode ser traduzido como “Nosso modo de ser”. O grupo recebe este nome por conta do seu desejo de trazer visibilidade à cultura e aos saberes tradicionais indígenas, por meio da valorização dos diversos modos de ser de seus participantes, e por seu objetivo de inserir os estudantes indígenas dentro da Universidade, na forma de um lugar que dialogue com a questão indígena.