Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Abertura do Fórum de Direitos Humanos ocorre no Salão Imembuí

Destaque de abertura do Fórum foram os 70 anos da assinatura da Declaração Universal dos Direitos Humanos

Teve início, nesta quarta (5), o Fórum de Direitos Humanos, realizado pela Pró-Reitoria de Extensão e tem sua primeira edição no ano em que se comemoram os 70 anos da assinatura da Declaração Universal de Direitos Humanos, que ocorreu em 1948. A proposta do fórum é conhecer e compartilhar o panorama da temática na região de Santa Maria e da UFSM.

Além de compartilhar as ações que já são desenvolvidas na UFSM no âmbito dos Direitos Humanos, o Fórum se propõe a diagnosticar e planejar ações voltadas às demandas sociais, que serão relevantes para as atividades e projetos do eixo Direitos Humanos da Política Nacional de Extensão, bem como da política de extensão da universidade.

A abertura ocorreu pela manhã, no Salão Imembuí, com a presença do pró-reitor de Extensão, professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, da coordenadora de Ações Educacionais da UFSM, professora Silvia Pavão, e da coordenadora do Fórum de Direitos Humanos, a técnica em educação Jaciele Carine Sell.

A coordenadora do fórum destacou a intenção da construção do evento, alusivo aos 70 anos da assinatura da Declaração Universal dos Direitos Humanos, juntamente com as ações e atividades do Observatório de Direitos Humanos (ODH) da UFSM. O observatório tem o propósito de ampliar o debate sobre o tema e estimular a participação de docentes, estudantes, técnicos-administrativos em educação e comunidade em geral nas ações e reflexões em Direitos Humanos.

Painel com foto de pessoa negra no hall da Reitoria
Mostra Fotográfica no hall da Reitoria é um dos destaques da primeira edição do Fórum

A coordenadora de Ações Educacionais da UFSM, professora Silvia Pavão, apontou as atividades que a universidade realiza no campo dos direitos humanos: “A Universidade Federal de Santa Maria trabalha substancialmente desenvolvendo ações para o fortalecimento de uma cultura de respeito às diferenças, aos direitos humanos, a paz e a cidadania. O que cumpre destacar entre tantas ações que são feitas pelo Observatório de Direitos Humanos e pelo Observatório de Inclusão Educacional, que tem atuado desde a sua criação de forma bastante sincronizada. Então, temos na universidade dois observatórios trabalhando para questões de interesse de todos”, comenta Silvia.

O pró-reitor de Extensão, professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, destaca as ações da gestão da universidade no campo dos direitos humanos. “Esse primeiro fórum não nasce do nada. Ele tenta trazer uma convergência de diversas ações que passam a existir dentro da universidade como a implantação do observatório. Já existia uma concepção anterior, mas a implantação ocorre a partir de 2018”, comenta.

A programação do 1º Fórum de Direitos Humanos da UFSM conta com palestras, rodas de conversa e exposição de fotos no Hall da Reitoria.

Programação

Quarta (5)

9h – Exposição Fotográfica – Hall da reitoria

9h30 – Abertura

10h – Palestra “Educação em Direitos Humanos à luz dos 70 anos da Declaração Universal dos DH”, com professor Erasto Fortes Mendonça (UnB)

14h – Roda de conversa: “Ações Afirmativas, Movimento Negro e Indígenas”.

15h30 – Intervalo

15h45 – Roda de conversa: “Imigrações”.

Quinta (6)

9h – Exposição Fotográfica – Hall da reitoria

Reportagem e fotografias: Laura Coelho de Almeida
Edição: Davi Pereira