Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Equipe da UFSM joga no sábado (11) em busca da recuperação na Série Ouro de Futsal



Neste sábado (11), a UFSM Futsal, que segue em busca dos primeiros pontos na Série Ouro de Futsal 2019, terá mais um jogo longe de casa. E a tarefa não será nada fácil. A equipe viaja até Rosário do Sul, onde encara a ARE, que venceu na estreia jogando em seus domínios e fez jogo duro contra a Assoeva no último sábado. A partida será às 20h, no Ginásio Ervilhão. A Federal, que estreou com derrota em Venâncio Aires, folgou no último final de semana e teve tempo para corrigir os erros da partida de estreia.

O fixo Guinho e o pivô Carlos, suspensos, seguem como desfalques. O ala Silvan retornou aos treinamentos e fica à disposição para a partida. No entanto, o ala Irion segue lesionado e também desfalca a equipe. Já o ala Bernardo, com uma lesão muscular, não treinou nesta quinta-feira e é dúvida para a partida.

O fixo Giovane projeta uma vitória da UFSM. “Treinamos bem essa semana, vamos tentar fazer uma boa partida e voltar de lá com um resultado positivo. Estreamos contra uma equipe de Liga Nacional e erramos bastante. Sabemos que esse jogo será em quadra pequena e nessas partidas não dá para errar. Quem errar menos vai sair com a vitória”, finalizou.

Embora a ARE seja estreante no Estadual, a UFSM não será surpreendida. A comissão técnica analisou a partida de estreia da equipe rosariense e alguns atletas são conhecidos. O goleiro Rafael Vermelho afirmou conhecer boa parte do elenco da ARE, por atuarem no municipal de São Gabriel, sua cidade natal. “Será um jogo de paciência, o time deles é bastante tático, tem uma marcação firme e são muito tranquilos, jogam da mesma forma ganhando ou perdendo”, analisa o goleiro.

Rafael Vermelho acredita que sua equipe conseguiu corrigir nos treinos da semana os erros cometidos na estreia. Assim como Giovane, ele destaca a peculiaridade de jogar em uma quadra de dimensões reduzidas: “precisamos entrar 100% focados, 100% concentrados, pois todo lance é um risco de gol. De qualquer lugar dá pra concluir a gol e bola pode desviar, então tem que ter atenção total”.

Texto: Assessoria de Imprensa da UFSM Futsal


Publicações Recentes