Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

50 anos do Planetário da UFSM: solenidade, lançamento de documentário e programação especial

Cerimônia alusiva ao cinquentenário do Planetário foi realizada na manhã desta terça (14)



Placa alusiva aos 50 anos foi descerrada no hall do Planetário

Os 50 anos do Planetário da UFSM foram celebrados em uma solenidade realizada na manhã desta terça-feira (14), data que marca não só o cinquentenário deste símbolo da UFSM, mas também os 61 anos da Universidade. No hall do Planetário, autoridades institucionais destacaram a importância do local para a integração com a comunidade, popularizando o conhecimento científico e cultural.

Local de encantamento para os visitantes, que instiga a ver o mundo de uma forma diferente, nas palavras da chefe da Divisão de Museus da Pró-Reitoria de Extensão (PRE), Jaqueline Trentin Machado, o Planetário precisou se reinventar durante a pandemia de Covid-19. Depois de receber, em 2019, mais de 19 mil visitantes, em 2020 as mídias sociais do Planetário mobilizaram, em atividades online, três mil participantes, de agosto a dezembro. Neste ano, até outubro, foram 4,3 mil pessoas, especialmente estudantes da Educação Básica, que acompanharam as atividades virtuais. Sejam presenciais ou online, as iniciativas do Planetário primam pelo aspecto lúdico, complementando o aprendizado de sala de aula. “Vida longa para continuar despertando encantamento aos visitantes”, desejou Jaqueline.

Grupo de monitores e o chefe do Planetário, Régis Diniz

Lembrando de quando, ainda criança, era levado pelos pais ao Planetário, o pró-reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, afirmou que o setor conquistou avanços consideráveis nos últimos anos, como a revitalização da estrutura, incluindo a fachada. Iniciativas como a abertura aos domingos, no Viva o Campus, e em algumas noites, também foram lembradas, assim como o fato de o espaço ter sediado festivais de arte e cultura e até o lançamento do CD de uma banda de rock. “Isso aconteceu graças à gestão comprometida com a extensão universitária”, salientou Flavi, para quem o Planetário não é da Universidade, mas da população.

Já o reitor, Paulo Afonso Burmann, recordou do pioneirismo de José Mariano da Rocha Filho, fundador da primeira universidade pública e do primeiro Planetário do interior do Brasil, há exatos 61 e 50 anos, respectivamente. “É dia de comemorar”, disse, destacando a importância da UFSM: “Não podemos imaginar como seriam Santa Maria e região sem esta estrutura”.

Burmann enfatizou que o Planetário acumula resultados positivos na integração com a comunidade, algo que se manteve mesmo durante o auge da pandemia. “É uma interface que não se pode abrir mão na relação com a comunidade”, acrescentou. Afirmou também que o Planetário está “ainda maior após 2014”, e o desafio agora é continuar neste caminho, proporcionando que espaços públicos sejam de domínio público. “Precisamos continuar atendendo às expectativas e prestando contas à comunidade”, ressaltou.

O momento também foi de agradecimentos. O chefe do Planetário, Régis Diniz, ao lembrar que o espaço presta um serviço à população, agradeceu a todos os que colaboram no trabalho, e chamou à frente os monitores. “É através deles que o Planetário presta suas atividades”, reconheceu. 

Equipe da Coordenadoria de Comunicação Social

Exibição do documentário “Perto das Estrelas”

Após o descerramento da placa alusiva aos 50 anos do Planetário, os convidados assistiram, na sala de exibição, em primeira mão, ao documentário “Perto das Estrelas”, produzido pela TV Campus, que será lançado nesta terça-feira. O diretor da TV Campus, Gabriel Machado Soares, e os diretores, Débora Flores Dalla Pozza e Pedro Amaral, falaram sobre a produção. 

Na sequência, o coordenador de Comunicação Social, Maurício Dias, a relações públicas da Unidade de Comunicação Integrada (Unicom), Sendi Chiapinotto Spiazzi, e o analista de TI da Unicom, Daniel Michelon De Carli, abordaram a criação do selo de 50 anos do Planetário e a exposição virtual de fotos, projetos que ficaram a cargo da Unicom. O chefe do Planetário agradeceu a todos pelo empenho.

Também participaram da solenidade o vice-reitor, Luciano Shuch, a coordenadora de Cultura e Arte da PRE, Vera Viana, entre outros representantes da comunidade acadêmica e convidados.

Programação especial segue até sábado (18)

A semana de aniversário do Planetário da UFSM conta com uma programação especial que se estende até sábado (18). Além da celebração em homenagem aos 50 anos, serão realizadas palestras, oficinas, mesas-redondas e sessões virtuais. A ampla programação, que abrange diversas áreas do conhecimento, visa alcançar públicos diversos, tanto da comunidade acadêmica quanto da comunidade externa à Universidade. 

Confira a programação e conheça mais sobre a história do Planetário na reportagem “Planetário da UFSM comemora 50 anos de disseminação do conhecimento científico e cultural”, produzida pelo Núcleo de Comunicação da PRE.

Texto: Ricardo Bonfanti, jornalista da Agência de Notícias da UFSM
Fotos: Rafael Happke/PRE
Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-1-57486

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes