Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM terá academia de musculação no CEFD

Prédio irá contar com um andar e estilo modernista



Com os diversos cursos na área da saúde física ofertados pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), surgiu a necessidade de um espaço que contemplasse as atividades complementares desses acadêmicos. A academia era uma demanda antiga do Centro de Educação Física e Desportos (CEFD) e teve seu projeto aprovado recentemente. Ela será utilizada, principalmente, pelas equipes esportivas da Universidade, visto que o treino de força é crucial para o desenvolvimento dos atletas.  

A edificação ficará localizada entre os prédios do curso de Educação Física e de Dança, dando continuidade ao complexo esportivo da instituição. A academia será também construída próxima da pista de atletismo, reforçando a ideia de atividade complementar àquela exercida pelos atletas durante a corrida. O prédio irá contar com o mesmo estilo das edificações vizinhas, respeitando a curva existente ao redor da quadra. Além disso, o espaço servirá de abrigo para os esportistas em dias chuvosos ou de temperaturas extremas, pois será um local coberto e climatizado.

Segundo o professor Luiz Fernando Cuozzo Lemos, do Centro de Educação Física e Desportos da UFSM, a academia terá grande utilidade para os alunos, principalmente para aqueles que querem seguir na carreira de treinador físico. “Muitos dos nossos egressos trabalham com a parte do treinamento físico e personal trainer, formação essa que está com dificuldade pela ausência de um ambiente próprio. Com a criação desse espaço, os novos alunos terão a possibilidade de se desenvolver nessas áreas”. 

O professor ainda pontua que uma das metas, assim que a edificação estiver em funcionamento, é ampliar a utilização da academia para toda a comunidade acadêmica, desde alunos de outros centros, até os servidores da Universidade. “Queremos que todos possam estar ativos e saudáveis dentro de um espaço de qualidade, bonito e com uma arquitetura moderna”.  Além do funcionamento para o público da UFSM, a academia tem como objetivo futuro a abertura para a comunidade externa, por meio dos projetos de extensão oferecidos pela instituição. 

De acordo com o professor Rosalvo Luis Sawitzki, atual diretor do CEFD, o novo espaço irá tornar as aulas mais objetivas. “A academia possibilitará aulas muito mais demonstrativas e especializadas, unindo ensino e treinamento. Assim, quando o acadêmico estiver inserido no mercado de trabalho, estará totalmente familiarizado com práticas, métodos e equipamentos”.

Pensando em uma formação completa e diversificada para os alunos, o prédio irá contar com uma sala multiuso, que ficará localizada ao fundo da edificação. Essa sala poderá ser utilizada para treinos específicos, como funcionais ou pilates, ou ainda servir como ambiente de estudo e laboratório. O fechamento interno dela será feito com portas de vidro do tipo camarão, que podem ser abertas e integradas com a academia, possibilitando uma aula dinâmica. 

A responsabilidade da obra está com a equipe da Pró-Reitoria de Infraestrutura (PROINFRA) e o projeto arquitetônico foi feito pela arquiteta Giceli Tabarelli. O prédio contará com uma área total de 308,55 m² e terá um pórtico metálico curvo, que servirá como anteparo à insolação direta, protegendo o acesso das intempéries e criando um espaço de convivência externo aos usuários. Além disso, contará com a presença de um bicicletário, compondo um caminho coberto seguindo a mesma leitura do pórtico existente no prédio da Dança. Todo o projeto foi pensado para que houvesse a diminuição da entrada de calor, possuindo fachadas envidraçadas na área do treino e brise horizontal – que funciona como um quebra-sol. Já a fachada sul será composta pelas salas de serviço, como o espaço em que os acadêmicos irão realizar a avaliação dos alunos da academia, depósito, sanitários e vestiários. 

Uma das principais preocupações da equipe responsável era o sistema de escoamento do prédio. Para isso, a cobertura da edificação será composta por um telhado único com caimento para a fachada sul, que possibilitará que a drenagem aconteça em um vão da calçada, com dreno e cobertura feita com pedriscos e vegetação. A fachada leste da academia contará com um anteparo verde suspenso,  feito com uma rede inclinada, que servirá como base para a subida de trepadeiras floridas, minimizando a insolação na sala e proporcionando um espaço bonito e agradável para aqueles que irão desfrutar do espaço. 

 

Com informações e imagens da Pró-Reitoria da Infraestrutura

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-1-59512

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes