Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

COVID Psiq UFSM: pesquisas brasileiras abordam saúde mental no contexto da pandemia



No dia 29 de setembo foi realizada a live “Pesquisas sobre Covid-19 e saúde mental no Brasil”, parte da série de lives organizada pela Coordenadoria de Ações Educacionais (Caed) e o projeto CovidPsiq. Além do projeto desenvolvido na UFSM, alguns dos demais projetos apresentados fazem parte do COVID-MINDS, uma iniciativa da University College London para agregar estudos e dados sobre o impacto da Covid-19 na saúde mental a nível global.

Conheça as iniciativas

Já disponível no Canal do Youtube, a live reuniu seis projetos desenvolvidos em universidades brasileiras voltados aos estudos em saúde mental:

O CovidPsiq – Monitoramento da evolução da sintomatologia pós-traumática, depressão e ansiedade durante a pandemia de Covid-19 em brasileiros, já está em sua terceira fase e é aberto para participação geral, mesmo dos que não participaram das fases anteriores. Os resultados da primeira fase já estão disponíveis. O projeto foi apresentado por Vitor Crestani Calegaro, pesquisador responsável pelo CovidPsiq, professor adjunto do Departamento de Neuropsiquiatria da UFSM, coordenador do Ambulatório de Psiquiatria do Centro Integrado de Atenção às Vítimas de Acidentes (Ciava) no Hospital Universitário de Santa Maria e médico psiquiatra na Coordenadoria de Ações Educacionais (Caed), prestando atendimento aos alunos da Instituição.


Mauricio Scopel Hoffmann é psiquiatra e professor licenciado da UFSM, pesquisador do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e pesquisador colaborador do Instituto Nacional de Psiquiatria do Desenvolvimento para Crianças e Adolescentes e da London School of Economics and Political Science. Apresentou o estudo “Projeto Conexão Mentes do Futuro – Coorte de Alto Risco para Transtornos Psiquiátricos na Infância e Adolescência”.


Ives Cavalcante Passos é professor do Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria e Ciências do Comportamento da UFRGS. Apresentou o estudo “Impacto da pandemia pelo novo coronavírus na saúde mental: aspectos relacionados ao suicídio, consumo de mídia e saúde dos profissionais da saúde”.


Christian Loret de Mola Zanatti possui graduação em Medicina Humana – Universidad Peruana Cayetano Heredia – e doutorado em Epidemiologia pela Universidade Federal de Pelotas. Atualmente, é professor da Universidade Federal do Rio Grande e professor colaborador da Ufpel, além de também ser professor colaborador da pós graduação da UFPEL. Apresentou o estudo denominado “Coorte de nascidos vivos em Rio Grande em 2019: os acompanhamentos WebCovid-19”.


Marianna Costa é médica psiquiatra e doutora em Psiquiatria e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina da UFRGS. Na live, apresentou dois projetos, “Atenção em saúde mental por teleatendimento para profissionais de saúde no contexto da infecção SARS-CoV-2”, chamado de TelePSI, que oferece teleconsulta psicológica e psiquiátrica para manejo de estresse, ansiedade, depressão e irritabilidade. Antes restrito a profissionais da saúde, recentemente foi ampliado para estudantes da área da saúde, professores de qualquer nível de educação e trabalhadores de serviços essenciais. É possível acessar pelo site ou pelo número 08006446543. Apresentou também o projeto “Levantamento sobre variáveis de florescimento humano e crescimento psicológico numa amostra por conveniência brasileira durante a pandemia pela Covid-19”, que busca desfechos positivos de saúde mental na pandemia. Para participar basta ter mais de 18 anos e acessar o formulário.


A doutora Vera Lúcia Esteves Mateus, atualmente pesquisadora de pós-doutorado no Programa de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento da Universidade Presbiteriana Mackenzie, apresentou sobre a pesquisa “Vivências de gestantes e mães de bebês até 12 meses durante a pandemia do coronavírus”. O estudo é internacional, coordenado pela Universidade Loyola Andalucia (Espanha) e Universidade do Minho (Portugal), e busca analisar, por meio de um questionário, o impacto da pandemia sobre gestantes e mães da Albânia, Brasil, Bulgária, Chipre, França, Grécia, Israel, Malta, Portugal, Espanha, Turquia e Reino Unido. A pesquisa está em andamento e os requisitos para participar são estar grávida ou ser mãe de um bebê de até 6 meses, morar no Brasil e ter mais de 18 anos de idade.

As lives do projeto CovidPsiq são transmitidas todas as terças-feiras das 20h às 21h no canal do Youtube e na página no Facebook.

Texto: Ana Laura Iwai, bolsista da Agência de Notícias da UFSM
Edição: Davi Pereira


Publicações Recentes