Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Grupo de Pesquisa Cuidado à Saúde das Pessoas, Famílias e Sociedade

GRUPO DE PESQUISA CUIDADO À SAÚDE DAS PESSOAS, FAMÍLIAS E SOCIEDADE (GP-PEFAS)

http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/5073933747052982 Pesquisa Em Atividade

Contato:

gppefas@ufsm.br (55) 3220 8938 Prédio:26 Sala:1336 – CCS

Material Adicional

O GP-PEFAS publica, periodicamente, o Boletim informativo GP-PEFAS, considerando que a divulgação dos resultados das pesquisas científicas constitui-se de diferentes estratégias, além da produção acadêmica e científica propriamente ditas, para compartilhar os benefícios advindos do novo conhecimento produzido com as pessoas, famílias e sociedade, buscando que a pesquisa cumpra seu papel social.

Periódico 2000/1

Periódico 200/2

O GP-PEFAS desenvolve cursos que oferecem as bases conceituais da PBE e a práticas do uso de ferramentas sistematizadas para sua aplicação. Um dos cursos é de pesquisa bibliográfica (CPB), desenvolvido desde 2009. Outro é o de prática baseada em evidência (PBE), iniciado em 2017. Além do curso de Fenomenolgia, que teve a primeira edição em 2010.

Curso de Pesquisa Bibliográfica (CPB), promovido pelo GP-PEFAS, com apoio do PPGEnf/UFSM, teve sua primeira edição em 2009Considera que, em virtude da quantidade crescente de informações e de sua complexidade na área da saúde, é necessário desenvolver estratégias no contexto da atenção à saúde das pessoas, famílias e sociedade, de modo eficaz, eficiente, efetivo e seguro, portanto, uma prática baseada em evidências.

Ementa: O curso aborda os principais conceitos, recursos de informação da Área da Saúde e etapas para execução de uma pesquisa bibliográfica na Internet. Possibilita o reconhecimento dos inúmeros recursos informacionais, principalmente na área de saúde, e habilitação para seu manuseio eficaz.

Justificativa: Pela importância para a investigação científica, contribuição tanto para o domínio das fontes e recursos informacionais, quanto para as tendências e exigências da prática baseada em evidencias onde a busca de informação é uma etapa fundamental.

Objetivo Geral: Apresentar as principais fontes de busca para recuperação da informação na área de saúde, etapas da pesquisa bibliográfica e estratégias de busca nas diferentes fontes.

Objetivos Específicos:

  1. Apresentar as fontes e/ou recursos de informação para pesquisa na área de saúde, diferenciando;
  2. Auxiliar na organização e planejamento da busca sistematizada nas bases de dados;
  3. Orientar a identificação dos descritores em saúde, terminologia em saúde, nos vocabulários controlados DECS/Bireme e MESH/NLM;
  4. Caracterizar as possíveis estratégias da busca, utilização de operadores booleanos e recursos de pesquisa nas diferentes bases de dados;
  5. Cadastrar e orientar uso do gerenciador de referências Endnote Web.

População alvo: discentes, docentes e pesquisadoresda área da saúde.

Conteúdo Programático:

  • Fundamentação das fontes de informação;
  • Diferentes recursos de informação (Portais (Portal de Periódicos Capes, BVS), bases de dados (Medline/Pubmed, Scopus, WOS, CINAHL etc);
  • Descritores em Ciências da Saúde (DECS) e Medical Subject Headings (MESH);
  • Pesquisa simples e avançada (exercícios nas bases de dados);
  • Importação e exportação para Endnote web;
  • Avaliação.

O curso é desenvolvido por meio de discussões teórico/práticas. A teoria é contempla a apresentação de estudos de caso para proporcionar discussões e reflexões acerca da temática. A parte prática é desenvolvida em laboratório de informática.

Ministrado por Eliana Rosa da Fonseca

Possui graduação em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal Fluminense (1999). É especialista em Gestão da Informação e Inteligência Competitiva pela Universidade Estácio de Sá. Mestre em Ciências da Informação (2014). Atuou como
bibliotecária e supervisora da Seção de Bibliotecas do Instituto Nacional de Câncer, ministrou aulas de Pesquisa bibliográfica na Internet para profissionais, residentes e especializandos do INCA de 2003 até janeiro de 2010. Participa dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu da Seiton Cursos ministrando aulas de Pesquisa Bibliográfica na Internet e em outras Instituições de Ensino da Área de Saúde. Atualmente é responsável pela Biblioteca do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho e do Instituto de Doenças do Tórax, que integra o Sistema de Bibliotecas e Informação da UFRJ. Principais temas de atuação: a acesso à informação, Bibliotecas virtuais, Gestão da informação, Serviços de Informação e Metodologia Científica.

Informações: pesquisabiblio@gmail.com

Edições:

VIII CPB

VII CPB

VI CPB

V CPB

IV CPB

III CPB

II CPB

I CPB

Curso de Prática Baseada em Evidências: percurso e estratégias para integrar o conhecimento científico na tomada de decisão clínica

O Curso de Prática Baseada em Evidências: percurso e estratégias para integrar o conhecimento científico na tomada de decisão clínica (PBE), promovido pelo GP-PEFAS, com apoio do PPGEnf/UFSM, teve sua primeira edição em 2017. Considera que, em virtude da quantidade crescente de informações e de sua complexidade na área da saúde, é necessário desenvolver estratégias no contexto da atenção à saúde das pessoas, famílias e sociedade, de modo eficaz, eficiente, efetivo e seguro, portanto, uma prática baseada em evidências.

Ementa: O curso aborda as habilidades necessárias aos profissionais de saúde para cumprir as etapas de um estudo de revisão. Reconhece a busca pela evidência científica como possibilidade de tomar decisão na prática assistencial, minimizando a utilização de dados tácitos. Pressupõe aliar as evidências à experiência profissional e adequá-las a situação clínica e contexto organizacional. Aponta a PBE como referencial reconhecido para articular pesquisa e atenção à saúde.

Objetivo geral: Reconhecer a busca pela evidência científica como possibilidade de tomar decisão na prática assistencial em saúde, minimizando a utilização de dados tácitos.

Objetivos Específicos:

  1. Diferenciar as características dos delineamentos de estudos de revisão;
  2. Identificar as etapas de planejamento, execução e divulgação de um estudo de revisão;
  3. Conhecer estratégias para o desenvolvimento de habilidades necessárias para a PBE.

Público-alvo: Estudantes de Graduação e/ou Pós-Graduação na área da Saúde; Docentes de Graduação e/ou Pós-Graduação na área da Saúde; Profissionais da Saúde e/ou Gestores de Serviços de Saúde.

Conteúdo programático:

Conceito de prática baseada em evidências;

Movimento histórico da PBE na Saúde e sua aplicabilidade;

Delineamentos de estudos de revisão e suas características;

Etapas do estudo de revisão – percurso e estratégias diante de facilitadores e barreiras;

Planejamento da PBE – do questionamento de sua prática na área da Saúde à construção do plano como critério de qualidade;

Execução da revisão – do acesso as informações à síntese das evidências

Divulgação das evidências – possibilidades para a tomada de decisão.

O curso é desenvolvido por meio de discussões teórico/práticas. A teoria é contempla a apresentação de estudos de caso para proporcionar discussões e reflexões acerca da temática. A parte prática é desenvolvida em laboratório de informática.

Ministrado por Cristiane Cardoso de Paula e Stela Maris de Mello Padoin.

Informações:

Edições:

II PBE

I PBE

Seminário integração da pesquisa com a prática

O GP-PEFAS organiza, periodicamente, o Seminário integração da pesquisa com a prática (SIPP), considerando que a divulgação dos resultados das pesquisas científicas constitui-se de diferentes estratégias, além da produção acadêmica e científica propriamente ditas, para compartilhar os benefícios advindos do novo conhecimento, fazendo com que a pesquisa cumpra seu papel social. Sendo uma das responsabilidades do pesquisador tornar públicos os resultados das pesquisas, parte-se da premissa que essa divulgação deve ser planejada e executada de modo adequado a cada situação. Além de considerar a importância a divulgação de resultados de pesquisas aos participantes, sejam usuários, profissionais e/ou gestores, no caso das instituições em que as pesquisas são desenvolvidas.

Edições:

I SIPPdiscutindo resultados das pesquisas em HIV com os serviços de saúde [TARV II e III]

II SIPP: discutindo resultados das pesquisas em HIV com os serviços de saúde [REVHIV I]

III SIPP: tecendo redes no enfrentamento à violência contra as mulheres [REDVIO]

IV SIPPdiscutindo resultados das pesquisas em HIV com os serviços de saúde [PCATool]

V SIPPdiscutindo resultados das pesquisas acerca do leite humano com os serviços de saúde [NUPAM]

VI SIPPdiscutindo resultados das pesquisas em HIV com os serviços de saúde [CAPFAM]

VII SIPP: discutindo resultados das pesquisas em HIV com os serviços de saúde [TARV IV e V]

VIII SIPP: discutindo resultados das pesquisas em HIV com os serviços de saúde [REVHIV II]

IX SIPP: tecendo redes no enfrentamento à violência contra as mulheres [REDVIO II]

Curso de fenomenologia e hermenêutica na saúde e na enfermagem (CFEN), promovido pelo GP-PEFAS, com apoio do PPGEnf/UFSM, teve sua primeira edição em 2010.

Ementa: Bases teórico-filosóficas e metodológicas da investigação fenomenológica. Etapa anterior, simultânea e posterior a produção de dados. Validade e confiabilidade em estudos qualitativos. Aplicabilidade do conhecimento construído na abordagem fenomenológica na Saúde e na Enfermagem.

Objetivos:

  1. Discutir os caminhos teóricos e práticos da produção do conhecimento;
  2. Apresentar a Fenomenologia como possibilidade de pensamento e como abordagem metódica;
  3. A nalisar a aplicabilidade da hermenêutica fenomenológica na produção do conhecimento em Enfermagem

População alvo: discentes, docentes e pesquisadoresda área da saúde.

Conteúdo Programático:

  • A Fenomenologia como possibilidade de investigação: Husserl e seus seguidores;
  • O sujeito pesquisador e seus pressupostos: a produção do conhecimento em Enfermagem;
  • A entrevista fenomenológica: empatia e pressupostos;
  • O fenômeno e suas manifestações: realidades da área da saúde;
  • Fenomenologia: compreensão e contribuição para a Enfermagem;
  • Referencial teórico-filosófico e metodológico de Martin Heidegger, Alfred Schutz, Merleau Ponty, Buber e Paul Ricoeur.

Ministrado por Stela Maris de Mello PadoinMarlene Gomes TerraCristiane Cardoso de Paula

Convidada: Ivis Emilia de Oliveira Souza

Edições:

III CFEN

II CFEN

I CFEN

 

O GP-PEFAS mantém reuniões científicas, quinzenais, nas sextas-feira, na sala 1336 do prédio 26 do Centro de Ciências da Saúde, no campus universitário da UFSM.

Além dos encontros mensais de orientação acadêmica e de acompanhamento dos projetos matriciais.

 

2017/1

cronograma [reuniões científicas]

cronograma [orientação acadêmica]

cronograma [projetos matriciais]

 

2017/2

cronograma [reuniões científicas]

 

2018/1

cronograma [reuniões científicas]

cronograma [orientação acadêmica]

cronograma [projetos matriciais]

2018/2

cronograma [reuniões científicas]

 

2019/1

cronograma

2019/2

cronograma