Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Convênio MPRS – FASE

A Fundação de Atendimento Socioeducativo é responsável por executar medidas socioeducativas para jovens infratores em regime fechado ou de semiliberdade. 

Desde 2015 a UFSM auxilia no processo de reinserção social desses adolescentes, através de um convênio entre a Universidade, o Ministério Público e a Fase. Inicialmente, os projetos realizados eram de assessoria, feita por professoras da Psicologia e Serviço Social, aos técnicos e agentes socioeducativos.

Com o tempo, mais projetos passaram a ser desenvolvidos, como um pelo Centro de Educação dentro da escola do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), oficinas de percussão realizadas pelo curso de Música, oficinas de jardinagem e o Projeto Mandala, realizados pelo Colégio Politécnico.

O convênio foi firmado com a Universidade através da Pró-Reitoria de Extensão (PRE). Professores de todos os centros de ensino podem aderir a ele, desde que os projetos a serem realizados sejam de longo prazo.

Fonte: Agência de Notícias da UFSM

Lista de presença 

Lista de presença 03/03/2016 MP FASE
Lista de presença 06/06/2016 MP FASE
Lista de presença 16/08/2017 MP FASE
Lista de presença 03/05/2017 MP FASE
Lista de presença 24/05/2017 MP FASE
Lista de presença 14/03/2018 MP FASE
Lista de presença 04/05/2018 MP FASE
Lista de presença 10/08/2018 MP FASE

Relato da Reunião

Relato da Reunião 14/03/2018 MP FASE
Relato da Reunião 04/05/2018 MP FASE
Relato da Reunião 10/08/2018 MP FASE

Projetos desenvolvidos

Projeto de Extensão – Intervenções com famílias de adolescentes em cumprimento da Medida Socioeducativa de Internação
O objetivo do projeto é assessorar as famílias de adolescentes que cumprem a medida socioeducativa de internação na instituição Centro de Atendimento Socioeducativo de Santa Maria (CASESM) com as demandas advindas desse contexto. O mesmo busca fazer isso através de encontros com os familiares de adolescentes em cumprimento da medida socioeducativa de internação, problematizando o contexto da medida e o impacto da mesma no âmbito familiar, permitindo momentos de manifestação de sentimentos advindos da privação de liberdade do adolescente membro familiar e o compartilhamento de experiências entre os familiares, sem que haja preocupações com julgamentos ou preconceitos.

Projeto de Extensão – Oficinas de intervenção psicossocial com adolescentes em cumprimento da Medida Socioeducativa
O objetivo deste projeto é oferecer oficinas de intervenção psicossocial a adolescentes que cumprem a medida socioeducativa de internação no Centro de Atendimento Socioeducativo Regional de Santa Maria (CASE-SM) e frequentam a Escola Humberto de Campos, caracterizadas por um espaço de convivência, reflexão e criação artística que poderá contribuir para o desenvolvimento dos adolescentes, preparando-os para o convívio social.

Projeto de Extensão – Ciclo de Cinema sobre Direitos Humanos e Mediação de Conflitos
O curso mediação de conflitos visa ajudar os internos a entender melhor como a ideia de “direitos humanos” é importante para mudar a situação de desigualdade e intolerância que vigora em muitos níveis da sociedade brasileira. A mediação popular de conflitos, da mesma forma, é uma forma de enxergar os problemas sociais de forma construtiva, buscando alternativas através do diálogo e do respeito aos Direitos Humanos (BRASIL, 2009).

Projeto de Extensão – Oficina: Leitura, Ação: Dramatização
O propósito do projeto é ampliar os níveis de leitura e instruí-los (adolescentes, em cumprimento de medidas sócio-educativas de Internação e adolescentes de medidas sócio educativa de semi-liberdade), bem como construir conhecimento por meio da leitura dramatizada como técnica de ensino, a fim de contribuir na formação de sua situação, no sentido de ler seu contexto social e poder modificá-lo, e também fomentar o gosto literário utilizando da leitura dramatizada como técnica de ensino.

Projeto de Extensão – Nós na Tela
O projeto tem como objetivo proporcionar à equipe técnica e aos jovens assistidos pelo Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Santo Ângelo, RS, oficinas de micro-documentários audiovisuais e ensaios fotográficos, bem como a mostra dos referidos conteúdos com vistas à reflexão sobre temáticas como identidade, autoestima e perspectiva profissional.

Projeto de Extensão – Teatro, Circo e Cinema – A prática artística na formação juvenil
O projeto, através da realização de ações artísticas, desenvolvidas na UFSM, e da promoção oficinas de formação artística relacionadas ao teatro, circo e audiovisual, visa estimular o desenvolvimento humano e social através da sensibilização promovida por práticas artísticas, bem como contribuir para a formação sócio-cultural e cidadã de jovens em vulnerabilidade social.

Projeto de Extensão – Teatro do oprimido
A ação se caracteriza pela condução de jogos e exercícios teatrais esquematizadas por Augusto Boal (1931) em sua obra Teatro do Oprimido (1997). O projeto de Oficina visa auxiliar no desenvolvimento da autonomia e expressão em processos dialógicos para a melhoria da qualidade de vida dos participantes através do teatro.

Projeto de Extensão – Atletismo na UFSM

O projeto busca oportunizar aos adolescentes de bom comportamento das Instituições Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) e o Centro de Atendimento em Semiliberdade (Casemi) aulas semanais de atletismo na UFSM, e através do esporte gerar aos atores sociais o controle do estresse, o prazer, o bem-estar, a prevenção de doenças, o controle de peso corporal, a boa aparência física, entre outros, bem como formar profissionais da área de Educação Física imbuídos de valores e conhecimentos voltados ao desenvolvimento da sociedade e ressocialização.
Fotos da Oficina de Salto em Distância

Projeto de Extensão – Iniciação na prática de tênis de mesa
O projeto busca oportunizar aos adolescentes de bom comportamento das Instituições Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) e o Centro de Atendimento em Semiliberdade (Casemi) aulas semanais de tênis de mesa, e através do esporte gerar aos atores sociais o controle do estresse, o prazer, o bem-estar, a prevenção de doenças, o controle de peso corporal, a boa aparência física, entre outros, bem como formar profissionais da área de Educação Física imbuídos de valores e conhecimentos voltados ao desenvolvimento da sociedade e ressocialização.